29.12.08

2009 é logo ali (re-load)

2009 é logo ali, e eu vou lá. haverá de ser assim, melhor. 2008: 100 anos do nascimento de cartola e guimarães rosa. repare que este ano termina em 8, e oito deitadinho é o símbolo do infinito, obsessão do joão. 100 anos da morte de machado. 40 anos do maio de 68. 60 da declaração dos direitos humanos. 20 da constituição cidadã. até o rappa lançou disco, depois de 5 longos anos. mas 2008 já vai. bye, bye. por hoje chega de ti, ano doido. fechamos ti, com sapatada no bush. na verdade não. israel presenteou o mundo com bombas em gaza. e eu levantei um cartaz, tipo um cara bobo no estádio: "eu já sabia". um milhão e oitocentas mil pessoas vivem num território 10 vezes menor que são paulo, chamado gaza. passam fome. não tem escola. e recebem uma chuva de bombas de israel, pra comemorar o ano novo. na verdade não, o ano novo judaico já passou. 2008 é ano de redenção. de ápice. Galo Carijó, campeão da Taça Minas. eu vi. e chorei de cantinho. emocionado feito criança. 2008 eu lancei um livro. tá bom, foi em janeiro, nem lembrava que tinha sido em 2008. mas lancei. e sou outro por causa disso. 2008 obamania. 2008 crise louca recessiva. tenho preguiça de enumerar coisas legais e chatas que aconteceram. sei que passou. e 2009 é logo ali. vamos em verso, em prosa. fazendo arte. arteiros, artistas, matreiros.

4 comments:

Lara Romano Daibert said...

ainda to procurando algo que vc escreveu que eu nao goste! me irrita o seu bom gosto impecavel pras palavras!

Ricardo Pernambuco said...

Rattes, meu caro, blog maravilhoso, és tu o poeta novo deste país maravilhoso. Mete bronca e vamos avante!

Marcelo Esteves said...

2009 seja iluminado com livro novo de Rattes, oxalá.

Marcelo Esteves said...

2009 seja iluminado com livro novo de Rattes, oxalá.