7.2.08

"eeescuuute essa canção! ou qq bobageeeemmm!"

carnaval é uma data excepcional, sempre estampa mal-humor na cara de pessoas de mal com a vida. não me irrito com as multidões. me incomoda apenas onde a multidão mija. quase sempre em um lugar que sou obrigado a pisar. de resto carnaval é fodão. preciso me policiar sobre o hábito de frequentar supermercados. parece mania, além de proporcionar prazer ao comprar coisas pra casa. juro! pra casa mesmo, tipo óleo de soja. o problema que tudo isso custa dinheiro. e dinheiro é foda. falando em dinheiro ainda não me acostumei com a idéia de não dar aulas no quesnel. a cecília, a lápide do amor, o fluzão e a comidinha da mamãe tem me salvado de uma tristeza maior. falando em comidinha, outro dia descobrimos que no carnaval deve-se cortar derivados do leite, beber muita água e evitar o abuso do alcool. em um dia eu comi um queijo mineiro e bebi muitas cervejinhas. e o pior: nem um copo d'água. pela primeira vez na vida fiquei feliz em comprar uma ervista velha, a zupi de maio - julho. adoro! e parea pôr fim nestas lamúrias, quimeras, luxúrias palavráticas e outras merdas, deixo estes versos:
ontem sonhei com hoje
e tirei força nem sei
de onde
pra deixar
um prato vazio
um sopro de instante
gavetas abertas
portas
pra trás
descobri, meu camarada
sofro de incontinência literária

2 comments:

ane(lise) freitas said...

carnaval é fodão.

é muito foda.
é muita foda.

fool ana said...

aval para a carne
carne e ôço
escárnio e ócio.