18.12.07

poeta 24 horas

Affonso é o maior. Mesmo que Gular tenha escrito o maior poema de todos os tempos, o "Poema Sujo". Porém ambos não parecem ser poetas 24 horas como é Geraldo Carneiro. Tipo fico imaginando Geraldinho no buteco pedindo uma cerva em verso, comprando jiló em verso. Deve amar em verso. Sem naipe acadêmico do Affonso e sem o estilo jornalista do Gular. Geraldo é poeta "strictu-sensu". Antônio Cícero é meio linguísta. Chacal é agitador, teatral. Geraldinho, salve, salve.
e é só.

1 comment:

ane(lise) freitas said...

eu sou poeta,
mas só de meio período:

é necessário trabalhar também!